sobre vegetarianismo

Sou vegetariana, como já devem ter reparado. As razões que me levaram a isso são várias e, se quiserem, falarei melhor sobre isso posteriormente. Nunca tentei converter ninguém ao vegetarianismo, até porque isso vai contra os meus próprios ideais de liberdade mas, em conversa com uma amiga, apercebi-me de que os meus conhecimentos  poderiam ser úteis a mais alguém.

Não há muitas pessoas que saibam, e eu nunca disse por aqui, mas tenho alguma formação em Naturalogia e, como tal, a partir de hoje vou passar a abordar temas diversos desta área no Danças com Trapos. Para começar, vou esclarecer alguns preconceitos que existem sobre o vegetarianismo. Se tiverem questões que quiserem ver esclarecidas, enviem-me um email e terei todo o gosto em responder.

O que é um vegetariano?

– uma pessoa que toma a decisão de ser vegetariana corta com a carne e o peixe da sua alimentação. Se optar por ser ovo-lacto vegetariano, ingere ovos e leite e utiliza alimentos como a soja, o tofu e o seitan como substitutos da carne. Mas há outro tipo de vegetarianos que não comem ovos nem bebem leite e ainda há os vegan que, para além de  não ingerirem qualquer tipo de alimento proveniente dos animais, não utilizam cosméticos ou produtos de vestuário e calçado feitos com materiais resultantes do abate de animais.

Se não comem carne, onde vão os vegetarianos buscar as proteínas?

-a maior parte das pessoas ingere proteínas em excesso com o consumo de carne. Ninguém precisa de tantas proteínas assim. Na verdade, elas estão associadas a uma maior incidência de doenças cardiovasculares, vários tipos de cancro, diabetes, etc. Associar cereais integrais com leguminosas (arroz e feijão, por exemplo – como é tão inteligentemente usado na culinária dos nossos amigos Brasileiros) é o “truque” utilizado pelos vegetarianos para alcançarem a sua dose diária de proteínas.

A alimentação vegetariana não é mais cara?

-realmente há a ideia de que a cozinha vegetariana é mais cara:  quando entramos numa loja dietética e vemos todos aqueles produtos que desconhecemos ficamos confusos mas, a verdade, é que não precisamos gastar muito para termos uma alimentação equilibrada. A alimentação vegetariana baseia-se sobretudo no uso de legumes, frutas e cereais. Estes encontram-se em qualquer mercearia, mercado ou super-mercado e são acessíveis a qualquer bolsa – sim, os cereais integrais são um pouco mais caros que os normais mas mais nutritivos. Porque não apostar num alimento integral e comprar menos doces ou bebidas gaseificadas e com corantes?

Outra solução para poupar é comprar os cereais e leguminosas a granel, ou seja, sem embalagem e em maior quantidade e  deixar de comprar comida pré confeccionada que costuma ser mais cara e com elevado teor de conservantes e açucares.

Uma outra ideia útil é fazer em casa os próprios rissóis de soja, hambúrgueres, lasanhas vegetarianas, etc e congelar para utilizar naqueles dias em que não temos tempo para cozinhar.

Depois, sejamos honestos, qual é mais caro? Um pedaço de tofu ou seitan ou um pedaço de carne?

Sendo o ser humano omnívoro, o vegetarianismo faz sentido?

-na escola aprendemos que somos omnívoros se bem que eu desconfio que os meus dentes não assim tão fortes (eheheh). O ser omnívoro não nos obriga a comer de tudo, simplesmente nos dá a possibilidade de o fazer. Temos sempre a possibilidade de escolher.

Porque é que os vegetarianos se preocupam com os animais e não com as plantas? Elas também são seres vivos!

-sim, as plantas são seres vivos mas não possuem cérebro ou sistema nervoso. Mesmo tendo um enorme respeito por elas, o vegetariano não pode ser acusado de comer plantas e ser hipócrita por isso. Ao optar-se por não comer animais, está a minimizar-se a quantidade de seres vivos ingeridos de qualquer forma…

O que é o tofu?

-tofu, também conhecido por “queijo de soja”, é um derivado da soja, feito a partir do seu feijão. É altamente rico em proteínas, cálcio, vitaminas e minerais. Normalmente vem em embalagens de 250 ou 500 gramas e pode ser usado em salteados de legumes, por exemplo, ou até em sobremesas. Sim, é verdade que não tem sabor mas, tal como é preciso descascar as batatas e corta-las para serem cozinhadas, o tofu também precisa de preparação – nada que um bom tempero não resolva.

O que é a soja?

-a soja é um grão muito rico em proteínas, pobre em gorduras e isento de colesterol. É o substituto da carne mais conhecido e muito inteligentemente utilizado porque previne um sem número de doenças.

O que é o seitan?

-bastante rico em proteínas, o seitan provém do trigo. Vendido também em embalagens de 250 ou 500 gramas, pode cortar-se em fatias, em tiras, em cubos… É muito bom em guisados, salteado com legumes, panado, etc. Muita atenção que quem é Celíaco não pode ingerir este alimento!

Onde encontro estes ingredientes?

hoje em dia a maior parte dos super-mercados já tem uma boa secção de produtos dietéticos/naturais. As lojas de produtos naturais existentes no mercado têm tudo o que precisam e profissionais que vos podem ajudar a esclareces questões.

Onde me posso informar melhor sobre vegetarianismo?

quando me comecei a interessar por este tema o site do Centro Vegetariano foi uma boa ajuda.

Aqui podem encontrar uma receita bem simples se quiserem experimentar um delicioso prato vegetariano.

Advertisements

Muito grata pelo comentário!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s