ॐ – parte 4

Hoje vou falar de emoções e de como a meditação nos pode ajudar a lidar com elas.

Quando as nossas emoções, pensamentos e atitudes são negativos criam-se desequilíbrios de energia no nosso corpo. Esse bloqueio de energia é, então, o principal responsável pela doença porque afecta directamente a nossa imunidade natural.

Experimente o seguinte: sempre que se sentir invadido por uma emoção negativa, seja tristeza, fúria ou até inveja, tente criar um intervalo de tempo antes de reagir. Nesse instante, respire fundo as vezes que achar necessárias e questione-se da validade dessas reacções. Compreenda que é você mesmo que atribui importância a essas emoções negativas e deixe passar essa impulsividade. Respirar fundo é uma forma de se acalmar.

Ao conseguir uma atitude compreensiva consigo mesmo, facilmente deixará de julgar os outros. A auto-aceitação é de extrema importância na prática de meditação – dela vem a confiança, energia, felicidade e, claro, a saúde. Seja positivo!

E que tal aprendermos agora a criar um cantinho especial para onde nos podemos refugiar nos momentos mais complicados? A mim, parece-me boa ideia! Ora vamos lá!

Este é o seu espaço sagrado, o seu porto de abrigo. Aqui as emoções são todas positivas. Respire fundo, está em casa.

Entre, sinta a calma que o rodeia e deixe-se ficar.

Imagine: uma gruta mágica; um prado verde a perder de vista; um belo jardim perfumado com flores de todas as cores; uma praia deserta de areia fina, perca-se no mar; uma bolha no espaço, por onde vagueia… enfim, encontre o local de sua preferência. Construa cada pedaço dele com coisas que considere bonitas: uma cascata de água cristalina, o pôr-do-sol, a brisa junto ao mar, o aroma do seu bebé…

Feche os olhos, inspire profundamente. Sinta a calma invadir o seu corpo enquanto desloca a sua mente pelo local que criou. Entre nesse local, familiarize-se com ele. Cheire, toque, veja, ouça – apure os seus sentidos. Aqui pode sentir-se completamente seguro.

A quem tem acompanhado estes dias em que falo de meditação: amanhã fecho a semana com o tema “estar no momento” e deixarei também uns links que podem ser úteis a quem deseja explorar mais este tema.

Até lá!

Advertisements

5 thoughts on “ॐ – parte 4

    • Pois, Hazel, sei perfeitamente do que falas. Também eu tenho o hábito de dizer o que me passa pela cabeça mas não custa tentar, certo?

  1. Sempre que se sento invadida por uma emoção negativa, é como uma campainha que me alerta para algo que não está bem. Nesta altura penso em algo bonito, em alguém, nalguma coisa que me faça feliz. Uma foto pode ajudar, a companhia dum animal, o riso de uma criança… O importante é procurar algo que me relembre do: ser positivo!!!

  2. Obrigada pelo comentário, Sandra.
    A Natureza é o que mais me inspira. Fico feliz que uma foto que tirei te transmita coisas tão positivas!

    um beijinho

Muito grata pelo comentário!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s