Í***A

Oh, levem-me para a Índia e deixem-me lá ficar num ashram

Este livro está a transportar-me para um lugar de mim mesma que nos últimos anos esteve ausente. Como pode uma mulher escrever o livro que eu poderia ter escrito? Passar por aquilo que EU deveria estar a passar?

Toda a minha vida insisti em sentir a terra com os meus pés para me sentir viva. É a minha forma de estar presente quando a minha cabeça viaja constantemente e se perde pela lua.

É cansativo e, por vezes, louco mas é esta quem sou. Alguém que não se contenta com o óbvio, que procura aprender e compreender, como bicho carpinteiro. Sinto demais, penso demais e fico estoirada. Mas no dia seguinte, acordo e não sei ser de outra forma.

Acalmar a mente é o que preciso e, para isso, um retiro seria o ideal. Na Índia, faço questão!

Advertisements

One thought on “Í***A

Muito grata pelo comentário!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s