A língua italiana

(imagem retirada da net)

Ainda a propósito do livro que li recentemente, devo dizer que uma das coisas que mais gostei foi o enquadramento histórico que a autora faz de cada país por onde passa. E claro que estando em Itália, não pode deixar de falar da língua mais bela do mundo.

Partilho com a personagem um fascínio por Itália (e Índia). O pouco que aprendi de italiano na faculdade já foi esquecido mas continuo seduzida por esta língua que canta ao meu ouvido belas canções de amor…

E qual é o segredo desta língua? Por que razão encanta tantas pessoas? A autora explica muito bem a sua origem poética:

Há mesmo boas razões para o italiano ser a língua mais sedutora do mundo (…) a Europa foi em tempos um pandemónio de inúmeros dialectos derivados do latim que gradualmente, ao longo dos séculos, se transformaram num punhado de línguas separadas – francês, português, espanhol, italiano. Aquilo que aconteceu em França, Portugal e Espanha foi uma evolução orgânica. O dialecto da cidade mais proeminente tornou-se gradualmente a língua de toda a região. Por conseguinte, aquilo a que hoje chamamos francês é na realidade uma versão do parisiense medieval. O português é o lisboeta. O espanhol é essencialmente o madrileno. Estas foram vitórias o capitalismo; a cidade mais forte acabou por determinar a língua do país inteiro.

Em Itália foi diferente. Uma diferença fundamental foi o facto  de a Itália nem sequer ter sido um país durante muito tempo. (…) Havia partes da Itália que pertenciam a França, outras a Espanha, outras à Igreja, outras ainda a quem conseguisse tomar a fortaleza ou palácio local. (…) Assim, não é de surpreender que, durante séculos, os italianos escrevessem e falassem em dialectos locais mutuamente impenetráveis. (…) No século XVI, alguns intelectuais italianos (…) seleccionaram o mais belo de todos os dialectos locais e designaram-no de italiano.

De forma a descobrirem o dialecto mais belo alguma vez falado em Itália, tiveram de recuar duzentos anos no tempo até ao século XIV em Florença. Aquilo que este congresso decidiu que passaria a ser considerado daí para a frente como italiano foi a linguagem pessoal utilizada pelo grande poeta florentino Dante Alighieri. Quando Dante publicou a sua Divina Comédia, em 1321, contando em pormenor a progressão visionária através do Inferno, Purgatório e Céu, tinha chocado o mundo letrado ao não usar o latim. Ele achava que o latim era uma língua elitista e corrupta (…). Em vez disso, Dante virou-se para as ruas, recolhendo a verdadeira língua florentina falada pelos residentes da sua cidade (entre os quais se incluíam personagens tão ilustres quanto Boccaccio e Petrarca) e usou-a para contar a asua história.

Ele escreveu a sua obra-prima naquilo a que chamou dolce stil nuovo, o doce estilo novo do vernáculo (…)

Assim, o italiano que falamos hoje não é romano nem veneziano (embora estas fossem as cidade poderosas em termos militares e mercantis, respectivamente) nem sequer inteiramente florentino. É essencialmente o de Dante. Nenhuma outra língua europeia tem uma origem tão artística. E talvez nenhuma outra língua tenha alguma vez sido tão perfeitamente destinada a exprimir emoções humanas do que este italiano florentino do século XIV, embelezado por um dos maiores poetas da civilização ocidental.”

– excerto do Livro “Eat, Pray, Love” de Elizabeth Gilbert

Agora percebo!

Advertisements

2 thoughts on “A língua italiana

  1. Em Itália tudo é belo: a língua, as ruas, as praças, as pessoas, os gestos, etc…. agora lembrei-me, mas versão Índia, já leste “Por amor à Índia” da Catherine Clement? Acho que irias gostar muito ; )
    Baci bella 🙂

  2. 🙂 Deva, concordo em pleno contigo. Faço parte do rol de apaixonados por Itália. Uau, uma recomendação de leitura! Muito obrigada, vou procurar!

    Baci 🙂

Muito grata pelo comentário!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s