As cores das estações

Foi através do blog da Rita que tive conhecimento deste método sazonal de análise de cor. Trata-se de perceber a que estação pertencemos – Primavera, Verão, Outono ou Inverno – através da análise dos nossos traços físicos – cor de cabelo, olhos, tom de pele… Cada estação tem uma palete de cores específica e serão as cores da nossa estação que nos ficam melhor.

Ora, claro que tinha de experimentar fazer o teste para perceber qual a minha estação, ou não fosse eu uma mulher da Terra!

Descobri então que sou “Deep Winter” o que, curiosamente, coincide com a estação do ano em que nasci. Acima está então a palete de cores que fica melhor ao meu tom de pele moreno, com cabelos castanhos quase pretos e olhos castanhos. Aparentemente, os tons mais profundos valorizam-me, sendo que a minha palete é a única que tem o preto e o branco. Que sorte a minha! Eis as cores, detalhadamente:

– verdes (gélido, claro, esmeralda)

– rosas (claro, choque, fuchsia, magenta)

– azuis (gélidos, intensos, turquesa, azul marinho, qualquer azul escuro)

– cinzentos (claro ou escuro)

– roxos (violeta, escuros)

– castanhos (toupeira, chocolate muito escuro)

– amarelos (suave, limão)

Segundo os testes que fiz o laranja é um grande não, tal como o dourado. Vermelhão ou cor de vinho, bem como os prateados são apostas positivas. Aposto que vos deixei curiosas e que também querem fazer o teste, certo? Aqui têm todos os links que a Rita deixou no seu blog. E vejam lá se as cores que sempre vos pareceu dar-vos um brilho especial e aumentar a vossa auto-estima não está na vossa estação!

do tempo

(foto retirada da net)

Ando a passar por uma fase curiosa da minha vida. Sinto-me tremendamente inspirada por uma enorme quantidade de coisas e os pensamentos e ideias fazem um turbilhão na minha cabeça. Muitas coisas quero fazer, tantas experiências pelas quais quero passar… mas não é o tempo. Não, definitivamente não. Ainda não.

Por vezes, a vida é bastante clara no que toca a colocar-me “no meu lugar”. Como se gritasse um tremendo NÂO. É incrível como me faz sentir uma formiguinha…Às vezes, simplesmente tenho de esperar…como se a paciência fosse uma lição que devo aprender…

Entretanto, vou colecionando pedaços de beleza aqui e ali!

 

sisterhood

Quem para além de outra mulher sabe o que uma mulher está a sentir?

Quem conhece e entende o material de que somos feitas, a complexidade que nos constitui enquanto seres deste imenso universo?

Sonho com um mundo onde as mulheres se deixam de rivalidades e invejas entre si.

Um mundo onde se perceba, de uma vez por todas, que somos todas irmãs.

 

(todas as imagens via Weheartit)

[Associação Casa]

Meus amigos, que tal fazerem uma escolha nos vossos armários agora no Outono e recolherem o que já não querem/precisam para doar aos sem-abrigo?

CASA – Centro de apoio aos sem abrigo é uma associação sem fins lucrativos que desde 2002 se dedica a ajudar quem mais precisa. Tem delegações em vários pontos do país e aceita contribuições  de várias formas: donativos, patrocínios, voluntariado e aceitando sócios. Podem ver como ajudar aqui.

Nesta altura em que a conjuntura económica castiga quem mais precisa, cabe a cada um de nós olhar para estes seres humanos com olhos de VER. Ajudem por favor, com géneros também:

Vestuário: roupas, calçado, cobertores, sacos-cama, toalhas, etc;

Alimentos: produtos embalados ou refeições quentes que queiram preparar;

Medicamentos: de uso corrente, embalados, dentro do prazo de validade;

Produtos de higiene: sabonetes, espuma e lâminas para a barba, corta-unhas, pensos e pensos higiénicos, lenços de papel, etc;

Para mais informações, a sede fica na:

Rua Dona Estefânia, nº124, 1º andar

1000-158 Lisboa

Tel: 212 419 968

Email: info@casa-apoiosemabrigo.org

Se alguém quiser ir lá directamente, disponibilizo-me para fornecer mais informações. Ajudem!