2 anos e a manta

Pois é, já são dois anos em que “A violeta dança” por aqui. Como forma de comemorar fiz esta manta que está disponível na loja.

Cada um dos 120 quadrados foi cosido à mão, levou-me muitos dias mas deu-me um prazer imenso. À medida que as minhas mãos se iam movendo, imaginava uma família com crianças que leva esta mantinha para o jardim e se sentam todos juntos a ler uma história.

Planeava, portanto, levá-la para a relva para a fotografar mas a chuva trocou-me as voltas e obrigou-me a improvisar. Imaginei-me a apanhar banhos de sol, como tal, um chapéu e um livro pareceram-me apropriados.

A manta tem dois lados, que podem ser usados consoante a vontade dos seus donos. Do segundo lado escolhi cores solares, com padrões suaves a contrastar com lisos.

Quando iniciei este blog estava cheia de ideias na cabeça, vontade de as pôr em prática e de as partilhar com pessoas. Pessoas que, tal como eu, precisam de se sentir criativas no seu dia-a-dia, que sentem comichão nas mãos e uma vontade imensa de aprender. Há um ano atrás, agradeci a essas mesmas pessoas que me têm acompanhado e que, de alguma forma, se identificam com o que aqui escrevo. Continuo a sentir-me ainda estranha neste mundo virtual, onde a maioria das pessoas adora receber feedback dos outros mas depois sentem-se com um ego demasiado grande para responder de volta. Isso talvez seja um reflexo dos dias que correm e do egoísmo desta sociedade demasiado perdida em futilidades…

Estou a precisar de uma pausa e de me concentrar um pouco na minha vida pessoal. Vou continuar a seguir o trabalho das muitas pessoas que visito diariamente, isso já se tornou um hábito que não me apetece perder. E, claro, continuo muito GRATA por cada comentário que aqui deixam, ou no meu Flickr ou página do Facebook. Nos próximos tempos, podem encontrar-me por lá.

Grata por tudo!

Um abraço

Advertisements

A violeta dança

Trago novidades quentinhas, acabadas de sair do forno. Não sentem o cheiro? Hmmm… são violetas. E elas dançam!

Pois, o meu blog mudou de nome mas, basicamente continua tudo igual. O conteúdo é o mesmo e a autora também. Espero que os meus leitores permaneçam.

Estava a sentir que o nome do blog não tinha muito a ver com os vários temas que aqui vou abordando, então mudei-lhe o nome e criei um espaço específico para as minhas criações – está ali ao lado direito e continua a chamar-se Danças com trapos. Se clicarem na imagem, vão directamente numa viagem ás minhas danças com agulhas e linhas. Espreitem, por favor e depois digam o que acham.

Lá também podem deixar comentários e adquirir de forma mais directa o que vou fazendo – basta mandarem-me um email.

Mas as novidades não se ficam por aqui. Como tinha mostrado antes, e antes ainda, andei de agulha nas mãos estes dias e os resultados serão partilhados com quem tem paciência para me aturar desse lado. Quando? Agora, pois claro!

uma almofada com rendinhas, rosas e senhoras elegantes num tecido bem vintage

um saco inspirado nas retrosarias, em algodão com forro e alças de bambu, ideal para transportar lãs e afins


– um porta-tudo para colocar na parede, reversível, com vários bolsos para guardar pequenas coisas e um maior para papéis, por exemplo.

Estive este tempo todo a magicar estas coisas, com o empenho habitual que qualquer tipo de dança requer. E é na dança que aplico amor, para a violeta poder crescer.

Mais fotos no Flickr

As minhas criações no Danças com trapos


1 ano

O meu blog comemora hoje o seu primeiro aniversário – está tão crescido!

Desde a primeira vez que respirei fundo e este blog nasceu, tento colocar neste espaço um pouco de mim. Gosto de partilhar ideias mas gosto, sobretudo de escrever. Falei de vários temas – literatura, vegetarianismo e o meu amor profundo pela Natureza, a minha paixão cada vez maior pela costura, filmes, música e boas energias, entre outros  – mas interesso-me por tantas coisas que, ás vezes, perco o rumo do que queria fazer inicialmente.

Cada pessoa que aqui veio, que se deu ao trabalho de ler o que escrevo – eu que sempre escrevi para mim mesma – merece o meu carinho e gratidão, mesmo que nunca tenha comentado. Para quem me incentivou a continuar, devo uma especial agradecimento: considerem-se abraçados, por favor!

Depois de pensar numa forma de comemorar convosco o primeiro aninho deste blog e de me terem passado milhentas ideias pela cabeça (pois que até pensei fazer um bolo, ora bem! Seria complicado era mandar as fatias para vocês.. ahahah), percebi que o Danças com trapos só pode ser comemorado com uma coisa: dança!

A dança é o que me move na vida e, quando falo de dança, não me refiro à física apenas, como já escrevi anteriormente.

A mulher que dança no vídeo não sou eu, mas podia ser. Identifico-me com os seus movimentos, especialmente dois específicos que, quem me conhece bem, identifica facilmente.

Sintam nesta dança a minha forma de estar na vida. Sintam neste blog a minha forma de me partilhar com o mundo.

Mas vou dançando!

Danço com as palavras.

Danço com o pensamento.

Danço com as árvores

E danço com o vento.

Sou uma bailarina por encantamento.

E, não o fazendo profissionalmente,

no meu dia-a-dia invento!

:)

A todos os leitores da Casa Claridade que possam vir visitar-me hoje: sejam bem-vindos!! Espero que gostem deste meu cantinho, sintam-se à vontade para explorar. Se quiserem conhecer os meus trabalhos visitem a Trapolândia ali em cima. Brevemente terei lá novidades!

As melhores energias para vocês e para a querida Hazel que me alegrou o dia de hoje!

Tricot – como fazer

Já há muito tempo que ando a tentar aprender a fazer tricot. Mas, entre tantas coisas que tenho para fazer, a verdade é que não tenho avançado muito. Como tal, decidi colocar alguns vídeos na secção Como fazer, lá em cima, que ensinam ás inexperientes como eu, os pontos básicos de tricot.

Já lá está um vídeo que ensina a montar os pontos na agulha (isso já eu sei mas pode servir para quem não tenha ideia alguma e queira começar). Que acham da minha ideia? Querem que ponha mais vídeos deste tema? Preferem outro tipo de temas? Aceitam-se sugestões!

5000 visitas movie party!

Reparei recentemente que este meu doce e pequeno blog já recebeu mais de 5000 visitas. Para tod@s aquel@s que me têm visitado o meu maior obrigada!!

Em menos de um ano* 5000 visitas é, para mim, motivo de celebração! E, como tal, decidi oferecer-vos a oportunidade de verem um dos meus filmes favoritos:

Podem consultar a sinopse e ficha técnica aqui. Para começarem a ver o filme basta clicarem aqui. No final de cada parte, aparecerá a parte seguinte (depois da parte um aparecerá a dois e assim sucessivamente). São 18 partes no total e estão todas visíveis.

Apesar de silencios@s, dou muito valor a quem me lê e gostava de conhecer a vossa opinião, receber as vossas críticas construtivas e, quem sabe até, trocar ideias. Por favor, apresentem-se aqueles que me seguem calados, tenho muito gosto em conhecer-vos!

Espero que gostem do filme!

Ondas de boas energias para tod@s!

* (brevemente será o primeiro aniversário do Danças com Trapos e mais surpresas virão a caminho!)

Trapolândia/almofadas

É com a almofada Romance que estreio lá em cima a secção Trapolândia. Lá podem encontrar os meus trabalhitos de costura… os meus devaneios cromáticos… as minhas danças com trapos! Para saberem mais detalhes basta mandarem-me um email que eu respondo sempre.

A parte de trás da Romance é lilás e fecha com dois lacinhos da mesma cor. É uma almofada pequena, perfeita para acompanhar na leitura, naquela cadeira onde mais gostamos de nos recostar.

E esta é a Teresa. Com padrões semelhantes, flores e bolinhas, tem uma flor feita da forma mais impulsiva que possam imaginar. Não está na Trapolândia porque fi-la para oferecer a uma querida amiga que fez hoje anos.

Espero que gostem!